quinta-feira, 23 de julho de 2009

Amiga de momento...é pra sempre


Certa vez, nas férias de Julho, eu tinha apenas 7 anos e fui com meus pais para Miguel Pereira. Ficamos num Hotel estilo colônia, apesar da minha pouca idade, ainda posso me lembrar de alguns detalhes como um doce de leite que comíamos no café da manhã, o sino que tocava às 8h pra chamar pro café, as reuniões de grupo à noitinha...e o mais engraçado é que sem motivos, me lembrei de uma amiguinha que eu fiz no local, se chamava Tatiane.
É estranho como ainda consigo me lembrar, ela tinha a minha idade na época, era branquinha, magrinha, tinha os cabelos compridos e lisos. Quando acordávamos, íamos brincar, e assim ficávamos o dia inteiro até nossas mães nos chamarem para nos agasalharmos, afinal, até aquela época eu nunca tinha sentido tanto frio.

Nós caçamos sapos, fizemos uma 'trilha' super perigosa ao redor de nossos quartos, entramos até na piscina, comemos sobremesas, trocamos figurinhas, brincamos de super herói, de dançarina, cantora, de barbie e de todas as espécies de brincadeiras de 'mocinhas' que nós éramos aos quase completos 6 anos. Ficamos em Miguel Pereira durante 15 dias e eu jamais esqueci meus dias naquele lugar.

Quando paro pra pensar, a Tatiane, minha querida amiguinha de férias pode ter se transformado em uma médica, ou uma colega de profissão: Jornalista, ou quem sabe advogada ou vendedora de lojas. Pode ter engravidado na adolescência e ter a vida destruída, ter, quem sabe, entrado para o tráfico, ou matado alguém. Pode estar rica, pobre, passando fome ou até morta.

Toda vez que lembro dessas férias ou até mesmo dessa menina penso que simplesmente, não importa quantas pessoas passam pela minha vida, não há como prever se algo será ou não duradouro. O que importa que aproveitemos todos os momentos possíveis com todas as pessoas que de alguma forma, marcaram uma passagem, por mínima que seja.
Amanhã não saberemos onde vamos estar.

De qualquer forma, eu prefiro lembrar da "Tati" como uma menina feliz que dividiu comigo suas férias de inverno em um hotel maravilhoso com diversas 'aventuras'. Mesmo que eu a veja hoje em dia, como um ser que ela se tornou, eu prefiro guardar as lembranças. E por mais que o tempo passe, esta será a imagem que eu terei de minha amiguinha.

0 comentários: