sexta-feira, 24 de julho de 2009

A magia da Maquiagem


Desde pequena eu sempre fui a fã número um da maquiagem. As pessoas na rua ficavam bobas quando me viam aos 4 anos de idade passando aquele belo batom vermelho (diga-se de passagem, era moda nos anos 80) sem utilizar o espelho. Fui treinada pra fazer isso e modéstia à parte, era uma gracinha mesmo!

Cresci sonhando em ser uma aeromoça ou uma mulher de negócios, mas não havia nada de chamativo na profissão, a não ser o simples fato de passar o dia inteiro maquiada e penteada, como as atrizes de filme, que dormem e acordam impecáveis.

Esta realidade mudou quando, aos 20 anos, fui contradada por uma empresa hiper chique que prestava serviços de RH (pois é!). Me deparei com uma chefe que era a cara da atriz Flávia Alessandra. O que ela tinha de bonita, tinha de insuportável e magérrima. Era tão prepotende que dava dó.

Todos os dias, a cada almoço era uma retocada no batom, na sombra. A cada copo d'água, espirro ou 15 palavras ditas, o batom deveria estar intacto, afinal, eu era a "primeira impressão" da empresa, o 'cartão de visitas'. Durante o tempo em que trabalhei na PS, gastei mais comprando roupas e sapatos do que com coisas realmente úteis pra mim. Eu simplesmente era "a imagem". Pra não perder o dramalhão, era um sonho desde menininha...eu estava aonde realmente eu queria.

Um dia simplesmente acordei de TPM e mandei todos irem pro "Raio que os parta". Hoje trabalho de rasteirinha ou tênis, calça jeans e sem NENHUM tipo de maquiagem. Mesmo ganhando um pouco (ou muito) menos....hoje, de cara limpa, sou mais feliz. (Fátima Bernardes que me aguarde!).





0 comentários: