sábado, 9 de janeiro de 2010

De ônibus não rola...


Meu programa predileto aos 16, 17 anos, nesta época do ano (janeiro) era ir à praia. Eu ainda não dirigia e não tinha outra opção, senão, ir até o centro de Niterói, enfrentar uma fila gigantesca por volta das 7h da manhã e descer até o ponto mais próximo da praia. Sempre com uma amiguinha ou com um ex do lado, eu enfrentava a peregrinação a fim de ter o meu dia na praia. Ônibus lotado, a farofada já começava no banco traseiro. O som do choro de muitas crianças com uma chupeta na boca, o nariz escorrendo e barriga de verme se misturava aos batuques nos pandeiros e nas cadeiras dos ônibus. Era uma maravilha. Na praia eu nem precisava passar bronzeador, o serviço era feito enquanto eu descia do ônibus lotado e 'colhia' um pouco do suor de CADA pessoa sem camisa em pé. E acreditem, ainda sim, era o meu programa predileto.

A cada fim de semana eu ia em uma praia diferente (Itacoatiara, Piratininga, Camboinhas, etc...), e eu andava, andava e andava até chegar na maioria delas. Então, surgiram os mototaxis para facilitar a nossa vida. Então, aos 18 anos eu finalmente tirei minha carteira de motorista. Aos 19 eu ganhei um carro, um Uno 87 azul táxi que eu nunca cheguei a dirigir (assunto para outro post). Depois, minha mãe começou a me emprestar o carro pra eu ir pro cinema, shopping, facul e, depois de muita espera, a praia. 



Ahhh, nem consigo descrever a sensação de ir à praia de carro (sozinha) pela primeira vez. Eu ia sempre com os meus pais, mas é diferente estacionar o carro e sair duas mulheres totalmente empinadas tirando onda. Hoje em dia, só de pensar em ir à praia de ônibus eu tenho uma crise de nervos. Vejam bem, não é luxo, é necessidade. Conclusão: início de janeiro e eu ainda não tenho nenhuma marca de biquini. E sem previsão de conseguir uma...Motivo: carro quebrado!!

6 comentários:

Renan MR disse...

ééé Carol. O que aconteceu com o seu carro?

isabela disse...

HAUHAUHAUHUAHUA, pois é aos 16 anos esse é um dos meus programas de índio prediletos :D

Caroline Rodrigues disse...

Calma, deixa eu me inspirar pra falar dele ^^

Rafaella disse...

O Neno merece um post só dele! Tem taaaanto assunto, né?

Vini disse...

Foooooooooooooolgada!

Carina G. disse...

pior que o (457) impossivel! pegar aquele ônibus que pega todas as pessoas do mundo é demais! imagine eu que só daqui a 5 anos que vou poder tirar carteira de motorista ... é triste!