segunda-feira, 11 de janeiro de 2010

O trauma do feijão


Quando eu era pequena, eu era apaixonada por feijão. Acabava de comer do meu prato e ia catar os carocinhos nos pratos de todos. O meu avô sempre gostou de jantar no quarto e eu me lembro claramente de fugir toda serelepe para 'roubar' os feijões do meu avô. Bem, isso não durou muito...

Aos 4 anos de idade eu fui passar o dia na casa da minha avó paterna, e o almoço seria uma deliciosa feijoada. é, seria...ao provar o feijão bem carregado com muito louro, vi que o gosto não estava como ''sempre''. Insisti e o resultado foi botar o almoço todo pra fora durante o restante do dia. E no dia seguinte, e no outro. Até hoje eu não consigo comer feijão!

0 comentários: