quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Um salve para o meu avô!



O avô de todo mundo é um ser velhinho e bondoso, que conta histórias divertidas e é lembrado na família com o máximo de respeito por sua posição. Pois bem, aqui em casa as coisas são bem diferentes. O meu avô perdeu sua casa em um desabamento de terra e hoje, mora com a gente. Já morou com a minha tia, sozinho, mas acreditem, ele não se dá bem nem com ele mesmo!

Não que ele seja completamente desagradável, não é não! Ele é até muito engraçado, quando não tenta ser! Mas ultimamente sua mentalidade tem regredido e acredito que ele pense que eu e o meu irmão temos 6 anos de idade. Entre as brincadeiras de tapinhas e perguntas totalmente 'Zé Graças' do estilo: Você sabe o que é um 'portugay'? é a mistura de um português com um gay!! (misericórdia Jesus!!). E ele repete a mesma piada para cada amigo meu ou do meu irmão que vem aqui em casa. Mas essa ainda não é a pior parte...



Cada vez que eu levanto da cama ou do sofá, cada vez que eu tomo banho (nesse calor, são no mínimo 4x ao dia), cada vez que vou a cozinha fazer um lanche ele me pergunta:
- Você vai sair? Âmh? Vai aonde? Ânh? Que horas volta? ânh?
- Não vou sair, Vô!
- Então vai fazer o quê? Ânh? 
- VOU FAZER XIXI VÔÔÔ!!!

E como se não bastasse, ele ainda me pergunta sobre o meu irmão, a minha mãe, o meu pai...como se eu soubesse cada passo que eles dão! Como se eu fosse aposentada e não tivesse realmente NADA para fazer o dia todo!!



Eu amo o meu avô, e todos sabem disso, mas fala sério, é ou não é uma situação deprimente??? 

1 comentários:

Carina G. disse...

aii meu avôzinho qerido !didiquinho é uma figura