segunda-feira, 26 de julho de 2010

Já acabou



Dia 9 de julho...minha queria amiga Christie chegou da Bélgica e eu fiquei tão feliz por não estar trabalhando, porque assim eu iria grudar nela durante todo o tempo! Mas o inevitável aconteceu e eu comecei a trabalhar novamente! Fiquei feliz também, é óbvio! Ainda mais que é na Ideia S/A, um lugar maravilhoso de se trabalhar!


Mas isto não me impediu de grudar nela...e saímos muito, muito e muito! Na primeira semana eu engordei 2 kg...foi BemDito, Outback, Pier 31, Pizzarias (anônimas)...sem contar com as festinhas caseiras! Foi gastronomicamente e sentimentalmente maravilhoso! Mas...tudo o que é bom, acaba! :(


Na semana seguinte eu passei mal e perdi os 2 kg! Comi um bombom argentino que o meu namorado me deu e  que estava há duas semanas na minha bolsa....depois disso, não me lembro de ter comido mais nada!


Hoje(26/07), exatamente às 15h ela partiu juntamente com o seu namorado gringo, poliglota e super gente boa Sven (ou GPSven como ele disse), para a Bélgica! Deixando um enorme vazio em nosso meio...vazio este que será preenchido novamente em Setembro de 2011!!


Enquanto isso, só nos resta ficar na saudade...



sábado, 3 de julho de 2010

"Bumm"

Nossa, é sério que eu fiquei quase um mês sem postar nada aqui? Ok, então...lá vamos nós!
Estou, como disseram, com a 'pata ralada'. Já ouvi muitas piadinhas..."uma nova cratera foi aberta em Niterói/SG", "tentei virar bailarina de rua", "sou um pokemón manco", e tudo mais.

O fato é que, na quinta-feira quando eu estava saindo para o trabalho e quase chegando ao ponto de ônibus a minha sandália nada 'aderente' derrapou e eu caí de bunda no chão (com um dos pés pra trás). Na hora eu juro que nem senti dor, só via aquelas crianças fedorentas esperando o ônibus da gratuidade rirem de mim. E eu que sempre saio na maior pose todos os dias. Me fudi dei mal!! Fazer o que?! 

Não foi nada sério, só estou com o pé e um pedaço da perna ralados! ;)
Vou sobreviver (eu acho)!

Eu sou assim...

Tudo o que eu sempre quis era ser uma pessoa boa e confiável. Em muitos casos eu tive sucesso, em outros, nem tanto sucesso assim. Minha mãe sempre me disse que eu iria quebrar muito a cara por ser tão babaca ingênua! Eu não me considero ingênua, mas também não sou o tipo de pessoa que pega qualquer situação no ato, como muita gente faz.

Quem convive comigo sabe que um mínimo detalhe me faz muito feliz.... eu sou assim! Não preciso ter um carro do ano, ou morar no Leblon, não preciso ter todas as minhas roupas compradas em lojas de grife nem comer só em restaurantes caros. Eu sou assim! E ainda que eu tivesse dinheiro, o que não é o meu caso, eu não conseguiria ser feliz com estas coisas. Não, mesmo!

Há um tempo atrás eu reencontrei uma pessoa que fez parte do meu passado, um amigo antigo e que eu considerada uma pessoa maravilhosa. Consideração e amizade, talvez sejam os sentimentos que estavam adormecidos. Eu vivi a minha vida ao longo dos anos, mas sempre há um lugar na memória para os grandes amigos. Mas o que me chamou a atenção neste caso foram os caminhos distintos que levamos e como a minha amiga 'Branca de Neve' sempre diz, eu não estou acostumada com este tipo de pessoa. O tipo de pessoa no qual ele se transformou.

Não vou ser hipócrita e dizer que não gosto de luxo e conforto, mas o meu assunto nunca será somente dinheiro, bebidas e 'mulé'. E este reencontro me fez repensar (o que faço diariamente) o valor de quem eu tenho ao meu lado hoje. Sou ciumenta, sim. E o meu namorado também é. Temos defeitos e qualidades como qualquer um. E não somente ele, mas os amigos que tenho são tão especiais e bons pra conversar sobre qualquer coisa, como não posso dar valor a isso? Cada um em sua unidade e personalidade, uns longe e outros bem pertinho, uns parentes e outros não, uns sempre felizes outros vez ou outra, mau humorados. Nossa, como uma pessoa que tem tudo isso pode não ser feliz com coisas simples? Bem, eu sou! Sou assim e sou feliz!